Pesquisa aponta o atual chefe do Executivo Ibaneis Rocha (MDB) à frente na corrida eleitoral para o governo do Distrito Federal – segundo amostra do Instituto Ideia, contratada pelo site Metrópoles.

 

No cenário principal, que é estimulado – quando são apresentados nomes aos entrevistados – Ibaneis tem 34, 5% das intenções de voto.

Em seguida – senador José Antônio Reguffe (União Brasil) aparece na segunda posição, com 14, 8%. Com a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, o terceiro lugar tem um empate técnico entre Leila do Vôlei (PDT), com 7%; Rafael Parente (PSB), com 5,8% e senador Izalci Lucas (PSDB), com 4,5%;

 

No levantamento espontâneo, quando os entrevistados podem apontar qualquer nome de sua preferência, Ibaneis também lidera, mas dessa vez com 25,5%.

 

Em seguida, estão Parente, com 3,8%; Leila, com 3,3%; e Reguffe, com 3,5%. A rodada deste mês não é comparável com a que foi feita em maio, já que houve mudança na lista de nomes de pré-candidatos exibida aos entrevistados. Agora, não constam mais na sondagem a ex-ministra Flávia Arruda (PL), o ex-deputado Geraldo Magela (PT) e a professora Rosilene Corrêa (PT).

 

Além disso, foi incluído o nome de Robson da Silva (PSTU). O levantamento não traz cenários de segundo turno.

 

 

 

A pesquisa foi feita com 1.200 entrevistas por telefone no Distrito Federal entre os dias 16 e 21 de junho e custou R$ 23.820,00. O nível de confiança é de 95%, e o número de registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é DF-04171/2022.

 

 

Cenário estimulado

 

Ibaneis Rocha (MDB): 34,5%

Reguffe (União Brasil): 14,8%

Leila do Vôlei (PDT): 7%

Rafael Parente (PSB): 5,8%

Izalci Lucas (PSDB): 4,5%

Leandro Grass (PV):3,5%

Keka Bagno (PSOL): 1,7%

Lucas Salles (DC): 0,3%

João V. Goulart (PCdoB): 0,3%

Robson da Silva (PSTU): 0,3%

Não sabe: 19,2%

Branco/Nulo: 8,2%

 

 

Cenário espontâneo

Ibaneis Rocha (MDB): 25,5%

Rafael Parente (PSB): 3,8%

Leila do Vôlei (PDT): 3,3%

Reguffe (União Brasil): 3,5%

Izalci Lucas (PSDB): 1,1%

Leandro Grass (PV): 1%

Keka Bagno (PSOL): 1%

Flávia Arruda (PL): 0,7%

Rosilene Corrêa (PT): 0,5%

Outro: 0,9%

Não sabe: 46,3%

Branco/Nulo: 12,5%

 

O Instituto Ideia, antigo Ideia Big Data, foi fundado em 2011 e até 2018 realizava pesquisas eleitorais para divulgação exclusiva para seus clientes. Segundo o próprio Ideia, os métodos utilizados para os levantamentos variam. O Ideia se diz “agnóstico em termos de metodologia” e faz levantamentos eleitorais usando qualquer método.