Saídas no campo político quase não existem; opção é iniciativa privada

 

 

Apoiadores que restam a João Doria no PSDB buscam uma “saída honrosa” para que ele desista da pré-candidatura a presidente, o que é dado como certo por essas pessoas.

O problema é que ainda não encontraram alternativa no âmbito da disputa política.

Até por coerência, a única “saída honrosa” imaginada pelos amigos seria a iniciativa privada. E devem sugerir ao ex-governador de São Paulo internacionalizar atividades do Grupo Doria, incluindo palestras da Lide. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

“Se o João quiser ter o nome na urna eletrônica, só como candidato a deputado federal”, afirmou a esta coluna um dos amigos mais próximos.

O Grupo Lide, que ajudou a projetar Doria, promove eventos com a participação de empresários e investidores, por meio de palestras.

Amigos temem a reunião de Doria com seus inimigos, dirigentes do PSDB, que detonaram a candidatura. “Ele será moído”, disse um deles.(DP)