Há 14 anos, EBC leva informação de qualidade ao cidadão

0
147

Empresa Brasil de Comunicação (EBC) completa hoje (24) 14 anos de fundação. Criada em 2007 pelo Decreto nº 6.246, a empresa herdou canais de rádio, TV e uma agência digital de notícias – a Agência Brasil – da antiga Radiobrás e da Associação de Comunicação Educativa Roquette-Pinto (Acerp). A data marca o início da gestão da EBC no Sistema Público de Comunicação, que passaria a integrar a atual Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP).

Idealizada a partir do 1°Fórum Nacional de TVs Públicas em maio de 2007, a EBC foi criada com uma função constitucional precisa: estabelecer uma rede de comunicação que atuasse em todos os meios (rádio, broadcast, internet) de maneira complementar aos sistemas privado e estatal, atendendo unicamente aos interesses do público em geral. A missão da empresa é levar conhecimento, informação e cultura para a população de todas as idades, em todas as localidades do país.

A estatal conta com oito veículos, entre eles a Rádio Nacional, a TV Brasil e a Agência Brasil – todos vastamente premiados e socialmente reconhecidos como fontes de informação confiável e de conteúdo de qualidade, assim como autores de produções culturais relevantes e inclusivas.

“Temos um monte de coisa para celebrar. Vivemos um momento diferente, que foi como trabalhar durante a pandemia. Todo mundo ajudou nesse momento desafiador a conseguir continuar transmitindo para a população brasileira”, afirmou o presidente da EBC, Glen Valente, em mensagem comemorativa para os funcionários da empresa.

Os veículos da EBC alcançam grande parte do território nacional e estão em constante expansão. Com o Digitaliza Brasil, a TV Brasil deverá ser transmitida para todas as capitais brasileiras com sinal digital de alta qualidade até o final de 2022.

“Conseguimos colocar cinco novas rádios no programa de banda estendida do governo. Estamos investindo nas plataformas para inovarmos e sermos relevantes”, disse Glen Valente.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui